Festival Circular 2018
27 jan Projecto 'Artista Residente' Circular: Joclécio Azevedo, João dos Santos Martins, Filipe Caldeira imagem para Projecto 'Artista Residente' Circular: Joclécio Azevedo, João dos Santos Martins, Filipe Caldeira O projecto "Artista Residente" propõe-se repensar possibilidades de colaboração entre artista e estrutura numa perspectiva de maior estabilidade, criando processos de diálogo que enriqueçam mutuamente as práticas de trabalho.
Tendo iniciado em 2012, com a associação do artista Joclécio Azevedo, dá-se agora continuidade à actividade com a inclusão dos artistas João dos Santos Martins e Filipe Caldeira. A Circular Associação Cultural assegura a produção e a difusão dos trabalhos dos artistas associados. Entre 2015 e 2018, Joana von Mayer Trindade integrou o projecto Artista Residente.
__________________________

JOCLÉCIO AZEVEDO

"ESCOMBROS" de Joclécio Azevedo
Estreia 17, 18 Outubro 2015 Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP)

Concepção: Joclécio Azevedo | Em colaboração com: Jonathan Uliel Saldanha, Jordann Santos | Interpretação: Catarina Miranda, Ece Canli, Joclécio Azevedo | Desenho e operação de luz: Miguel Carneiro | Apoio à residência: Teatro de Ferro, Companhia Instável | Produção executiva e difusão: Circular Associação Cultural | Co-produção: Festival Internacional de Marionetas do Porto e Circular Associação Cultural

.........................
"INTERMITÊNCIAS" de Joclécio Azevedo
Estreia 13 Fevereiro 2016 - Rivoli Teatro Municipal
Festival Cumplicidades (Lisboa) 12 Março 21:30, 13 Março, 18:00, Teatro da Trindade

Um projecto de: Joclécio Azevedo | Em colaboração com: Kubik aka Victor Afonso, Jérémy Pajeanc, Jordann Santos | Interpretação: André Mendes, Bruno Senune, Camila Neves, Joana Castro, Joclécio Azevedo | Desenho de luz e operação: Miguel Carneiro | Apoio à residência: Companhia Instável | Produção executiva e difusão: Circular Associação Cultural | Co-produção: Teatro Municipal do Porto - Rivoli e Circular Associação Cultural

site Joclécio Azevedo

____________________________

JOÃO DOS SANTOS MARTINS

"PROJECTO CONTINUADO (2015)" de João dos Santos Martins

Estreia 14 Fevereiro 2015, 18:00 - Guidance - Festival Internacional de Dança Contemporânea (Guimarães)

20, 21 Fevereiro, 21:30 - Teatro Sá da Bandeira (Santarém)
27, 28 Fevereiro, 21:30 - Culturgest (Lisboa)
5 Junho -  PT15 (Montemor-o-Novo)
5, 7 Agosto - Impulstanz (Viena)
17 Outubro - eXplore Festival (Bucareste)

2016
7 Maio - Teatro Viriato (Viseu)

2017
1 Março - Teatro de Vanves, Paris (França)
22, 23 Abril - Parque Cultural de Valparaíso (Chile)
29, 30 Abril - Sesc Pompeia (São Paulo) 3 e 4 Maio - Montevideu (Uruguai)
6 Maio - Atos de Fala (Rio de Janeiro)

Um projecto de: João dos Santos Martins | Em colaboração com: Ana Rita Teodoro, Clarissa Sacchelli, Daniel Pizamiglio, Filipe Pereira, Sabine Macher| Composição para piano e performance ao vivo/piano: Simão Costa | Desenho de luz: Ricardo Campos | Produção: Associação Parasita | Apoio à produção e difusão: Circular Associação Cultural | Co-produção: Culturgest, Centro Cultural Vila Flor, CCN de Montpellier Languedoc-Roussillon no contexto do projecto Life Long Burning subsidiado pelo programa Cultura da União Europeia | Residências artísticas: CCN de Montpellier Languedoc-Roussillon, Centro de Criação de Candoso, EIRA, Musibéria, O Espaço do Tempo | Apoios: Câmara Municipal de Santarém/Teatro Sá da Bandeira, Santarém

...........................
"AUTO-INTITULADO (2015)" de João dos Santos Martins & Cyriaque Villemaux

Estreia 3 Outubro 2015 Circular Festival de Artes Performativas (Vila do Conde)

9, 10 Outubro - Teatro Sá da bandeira (Santarém)
12 Novembro - 20 anos P.A.R.T.S. (Bruxelas)

2016
18, 19, 20 Maio - Rencontres Chorégraphiques (Paris)
27, 28 Maio - Alkantara Festival (Lisboa)

2017
27, 28 Janeiro - Hiroshima (Barcelona)
3 Fevereiro - Guidance (Guimarães)
31 Março - Centro Cultural Franco-Moçambicano (Maputo)
11 Maio - Serralves/Festival DDD (Porto) 8 Junho - PT17 (Montemor-o-Novo)
27 e 29 Julho - Impulstanz (Viena)
2 Dezembro - Centro Cultural de Paredes de Coura

Um projeto de e por Cyriaque Villemaux e João dos Santos Martins | Desenho e operação de luz: Rui Monteiro | Co-produção:  Circular Festival de Artes Performativas e Alkantara Festival | Produção executiva e difusão: Circular Associação Cultural | Residências artísticas: Alkantara, O Espaço do Tempo, danceWEB no contexto do projecto Life Long Burning subsidiado pelo programa Cultura da União Europeia, A22, Graner, Circular Festival de Artes Performativas | Co-apresentação: Alkantara com o apoio DNA/Programa Cultura da União Europeia” | Apoio: Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro Sá da Bandeira - Santarém | Agradecimentos: Fórum Dança, O Rumo do Fumo, Nome Próprio


site João dos Santos Martins

___________________________

FILIPE CALDEIRA

"O CÃO QUE CORRE ATRÁS DE MIM (E O AVÔ ELÍSIO À JANELA)" de Filipe Caldeira

Estreia 29, 30, 31 Outubro, 1, 5, 6, 7, 8 Novembro 2015 Teatro Maria Matos (Lisboa)

13, 14, 15 Novembro Teatro Campo Alegre (Porto)

2016
1 Maio, Convento São Francisco (Coimbra)
12, 13, 14 Maio, Teatro Virgínia (Torres Novas)
18 Outubro a 3 Novembro - Plataforma das Artes (Guimarães)
19 Dezembro - Auditório da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto - FEUP (Porto)
28 Dezembro - Teatro Municipal de Bragança

2017
15 e 16 Abril - Centro Cultural do Entrocamento
22 Abril - O Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo)
2 e 3 Outubro - Centro de Artes de Ovar
31 Outubro a 5 Novembro - Biblioteca de Marvila/Teatro Municipal Maria Matos (Lisboa)
12 a 14 Dezembro - Teatro Aveirense (Aveiro)

2018
6 Janeiro - Teatro-Cine de Torres Vedras

Criação e interpretação: Filipe Caldeira | Apoio à dramaturgia: Joclécio Azevedo | Texto original: Isabel Minhós | Apoio ao movimento: Catarina Gonçalves | Cenografia: Ana Guedes | Apoio à cenografia: Emanuel Santos | Sonoplastia: Rodrigo Malvar | ​Voz: Catarina Gonçalves | Figurinos: Jordann Santos | Desenho e operação de luz: Miguel Carneiro | Apoio à residência: Teatro do Frio, Companhia Instável | Agradecimentos: Seteventos; Escola Viva  | Produção Executiva e Difusão: Circular Associação Cultural | Co-produção: Teatro Municipal Maria Matos e Teatro Municipal do Porto – Campo Alegre
Encomenda do Programa para Crianças e Jovens do Teatro Municipal Maria Matos

......................
"A CAÇADA" de Filipe Caldeira
Estreia 2016 Circular Festival de Artes Performativas



Foto: "Autointitulado" de João dos Santos Martins & Cyriaque Villemaux 
© José Carlos Duarte
11 out Programa educativo | "Caxinas Ensemble" arranca em Outubro e prolonga-se até Fevereiro do próximo ano imagem para Programa educativo | “Labirinto” é o tema do projecto “Caxinas Ensemble”, orientado pelos artistas Filipe Caldeira e Catarina Gonçalves e desenvolvido pela Circular, entidade que promove o Festival de Artes Performativas com o mesmo nome. O projecto tem como principal objectivo proporcionar uma aproximação às artes transdisciplinares a crianças dos 6 aos 10 anos e organiza-se em três sessões com quatro turmas da Escola de 1º ciclo das Caxinas entre 2018 e 2019. Em paralelo, Filipe Caldeira e Catarina Gonçalves vão apresentar em Dezembro os espectáculos infantis “Lusco-Fusco” no espaço ALFA (atelier Lafontana Formas Animadas) e "O cão que corre atrás de mim (e o avô Elísio à janela)" nas freguesias de Aveleda e Macieira da Maia.

Esta proposta baseia-se no encontro dos dois artistas com a comunidade das Caxinas, escolhendo as crianças como os seus “outros olhos e como ponto de partida para se relacionarem e desenvolverem um trabalho de imersão acerca do tema Labirinto”.

O processo de trabalho assenta em três momentos criativos e/ou tempo/espaciais, em que cada momento pretende abordar e desafiar as crianças à implicação num processo experimental a par com os artistas Filipe Caldeira e Catarina Gonçalves, entre outros. De acordo com os artistas, “áreas como a fotografia, música, escrita, artes plásticas estão contempladas, assim como a pesquisa com base em encontros que impliquem um estar, viver, respirar, construir, recriar, devorar as Caxinas a par com as crianças”.

As sessões estão agendadas para os meses de Outubro, Novembro e Dezembro de 2018 e Janeiro e Fevereiro de 2019 na Escola de 1º ciclo das Caxinas, em Vila do Conde. A participação é reservada aos alunos e professores da Escola.

Esta programação da Circular aposta numa relação de crescente envolvimento e proximidade com a comunidade local, em especial com o território das Caxinas, propondo a participação cultural num ambiente de experimentação, de espontaneidade e de sensibilidade, junto de públicos-alvo e contextos distintos, através de parcerias com a Câmara Municipal de Vila do Conde, Junta de Freguesia de Vila do Conde, escolas, e outras entidades.

Esta actividade inclui a apresentação dirigida ao público escolar, de acesso gratuito, dos espectáculos infantis "O cão que corre atrás de mim (e o avô Elísio à janela)" e "Lusco-Fusco" de Filipe Caldeira e Catarina Gonçalves.
"Lusco-Fusco" é destinado a alunos de Caxinas em Vila do Conde e "O cão que corre atrás de mim (e o avô Elísio à janela)", vai ser apresentado, em sessões também para o público escolar, nas freguesias de Aveleda e Macieira da Maia, integrado numa perspectiva de descentralização da sede do concelho e de promoção da acessibilidade às artes.
19 out "Documentário de Joclécio Azevedo a 19 de Outubro no Auditório Municipal de Vila do Conde + Seminário + Livro imagem para Joclécio Azevedo · Documentário
19 de Outubro (Sexta), 21:30
Auditório Municipal de Vila do Conde

Bilhetes >> goo.gl/a1YjZv

Seminário + Lançamento de publicação
19 de Outubro (Sexta), 18:00, Sala Dr. Jorge Laranja (Auditório Municipal de Vila do Conde, entrada livre)
Participam: Claudia Galhós, Daniel Ribas, Joclécio Azevedo, Melissa Rodrigues, Olívia Marques da Silva e Rita Castro Neves

__________________________

Joclécio Azevedo · Documentário
19 de Outubro (Sexta), 21:30
Auditório Municipal de Vila do Conde
"Documentário" é uma peça coreográfica em torno de uma partitura caótica que reflete a tensão entre a necessidade e a impossibilidade de perceber o tempo presente. O mundo que pensamos conhecer desarticula-se em novas configurações do social, em novas estratégias de dominação política e económica. A realidade não é enquadrável nem transparente. Em certos casos, não se distingue dos regimes de ficção com os quais nos confrontamos diariamente. Pedaços do mundo manifestam-se no tráfico incontrolável de imagens que nos perseguem até mesmo nos sonhos.

A aparente proximidade sugerida pelo acesso a novas tecnologias e formas de interação no mundo digital esconde a nossa incapacidade de lidar com o outro, objeto fetiche de uma fantasia permanente e de um medo difuso. Oscilamos entre a crença infundada e a desconfiança como principio. As mesmas imagens repetem-se em diferentes suportes com diferentes protagonistas, num combate permanente pela atenção. A exclusão do outro manifesta-se pela normalização e pela colonização do imaginário coletivo, pela disseminação do equivoco, do engano e do preconceito.

Ficha Artística e Técnica:
Direção Artistica e Coreografia – Joclécio Azevedo | Colaboração/Cenografia – Paulo Mendes | Colaboração/Música – Pedro Tudela | Interpretes – Ana Moreira, Dori Negro, Joclécio Azevedo, Pedro Prazeres, Ana Isabel Castro, Rocio Dominguez | Fotografia – Susana Neves | Figurinos – Jordann Santos | Desenho e Operação de Luz – Miguel Carneiro | Filmagem e Edição de Vídeos – Sofia Arriscado
__________________________

Seminário + Lançamento de publicação
19 de Outubro (Sexta), 18:00, Sala Dr. Jorge Laranjo (Auditório Municipal de Vila do Conde, entrada livre)
Participam: Claudia Galhós, Daniel Ribas, Joclécio Azevedo, Melissa Rodrigues, Olívia Marques da Silva e Rita Castro Neves
A antecipar a apresentação da peça, às 18h00, na Sala Dr. Jorge Laranjo do Auditório Municipal de Vila do Conde, vai decorrer o Seminário e lançamento da publicação “Documentário”, com entrada livre. O Seminário pretende interrogar “diferentes práticas associadas à ideia de documentação, tentando articular a ideia do documentário enquanto “impossibilidade”, refletindo sobre o que nos escapa, sobre o que se oculta e se transforma no processo de trabalho documental”.

Para além de Joclécio Azevedo, participam Claudia Galhós (jornalista, crítica de dança no jornal Expresso e escritora), Daniel Ribas (Membro da Direção Artística do Porto/Post/Doc e Professor de Cinema da Escola das Artes, Universidade Católica Portuguesa); Melissa Rodrigues (Arte-Educadora, Performer, Antropóloga); Olívia Da Silva (Presidente da Escola Superior de Media Artes e Design, Politécnico do Porto/Doutoramento em Fotografia pela School of Arts and Design ,da Universidade de Derby, no Reino Unido); Rita Castro Neves (artista plástica e docente universitária na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto).

A publicação “Documentário” reúne diferentes estratégias de registo do processo de trabalho desenvolvido para a criação da peça com o mesmo nome, cuja estreia foi realizada no Festival DDD 2018. O livro junta no mesmo suporte diferentes propostas de documentação que sublinham vários aspectos do trabalho desenvolvido através de residências de criação em Lisboa, Porto, Vila do Conde, Barcelona e Guimarães, entre agosto de 2017 e outubro de 2018.

A entrada no Seminário e lançamento de Publicação é livre, os bilhetes para a peça têm o preço único de 5 €.